Blog Da Su Riso

CONFIRA NOSSOS ARTIGOS

Nosso objetivo e deixar você sempre informado de tudo que acontece na Odontologia Clinica e Estética e as novidades da Su Riso


shutterstock-1049813315.png
16/jul/2019

O que é Endodontia?

Endodontia é a especialidade da Odontologia responsável pelo estudo da polpa dentária, de todo o sistema de canais radiculares e dos tecidos periapicais. Bem como das doenças que os afligem! Em casos de alterações por cárie, fraturas dentárias, trauma dentário, trauma ortodôntico, lesões endoperiodontais. Necessidades protéticas e outras patologias endodôntico (ou tratamento de canal) estão indicadas, visando à manutenção do dente na cavidade bucal, e a saúde dos tecidos periapicais.

Em quantas sessões ele é feito?

A endodontia pode ser feita em apenas uma sessão. No entanto, se houver complicações, esse número pode aumentar. A quantidade de sessões pode variar de acordo, por exemplo, com o grau de inflamação e infecção do dente. Com a complexidade anatômica e também com o grau de dificuldade que cada caso possa apresentar!

Causas

A principal causa das doenças da polpa é a cárie, embora existam outras. A progressão da cárie para as regiões mais profundas da estrutura dental agride a polpa, causando sua inflamação. Quando, por este ou outros motivos, ocorre à inflamação irreversível ou necrose (morte) da polpa, há necessidade de tratamento endodôntico.

Tratamento

O tratamento endodôntico, conhecido como tratamento de canal, consiste no vazamento, modelagem e obturação do espaço anteriormente ocupado pela polpa dental. Normalmente é realizada a remoção total da polpa seguida de limpeza, desinfecção e modelagem das paredes dos canais. E preenchimento do espaço por material não agressivo ao organismo!

Este preenchimento, chamado obturação, é o selamento hermético da cavidade pulpar, que funciona como uma barreira ao retorno da contaminação e infecção.

Conseqüências

As conseqüências do não tratamento podem variar bastante. Podem ver ocorrer desde a infecção de baixa intensidade e longa duração e evoluindo para lesões na região do ápice da raiz. Até infecções de alta intensidade, dor aguda, com evolução rápida para abscessos (acúmulo de pus).

Dores

O tratamento de canal, ao contrário da crença popular, é indolor. Quando a morte da polpa ocorreu, ela obviamente não dói. Quando a polpa está irreversivelmente inflamada, porém viva, a anestesia local garante eficácia um tratamento sem dor. A dor só ocorre justamente quando não é realizado nenhum tratamento, pois a inflamação provoca edema (inchaço) que comprime as terminações nervosas.

Odontologia Suriso