Blog Da Su Riso

CONFIRA NOSSOS ARTIGOS

Nosso objetivo e deixar você sempre informado de tudo que acontece na Odontologia Clinica e Estética e as novidades da Su Riso


shutterstock-159830993.png
25/ago/2019

Você Sabe Escovar Os Dentes Corretamente?

A saúde bucal é essencial. Não só para um sorriso tranqüilo esteticamente agradável, mas também para nossa qualidade de vida, posto que os dentes saudáveis evitam muitas doenças sistêmicas.  A higiene de toda a boca é absolutamente necessária. Escovar corretamente os dentes não é uma tarefa simples como parece. Odontologistas estudam, pesquisam e nos apontam as melhores e mais eficientes formais para deixar nossos dentes limpinhos e saudáveis.

Vamos á principais dúvidas.

Quantas vezes por dia devemos escovar os dentes?

No mínimo 2 vezes ao dia: pela manhã e à noite, antes de dormir. Idealmente deve-se também escovar os dentes depois do almoço e após a ingestão de um alimento muito rico em açúcar, como um doce gostoso, por exemplo.

Qual a maneira certa de escovar os dentes?

Para ter uma boa idéia do tempo necessário para uma boa escovação, use um relógio na próxima vez em que escovar os dentes. Escove os dentes com movimentos suaves e curtos, com especial atenção para a margem gengival, para os dentes posteriores, difíceis de alcançar e para áreas situadas ao redor de restaurações e coroas. Concentre-se na limpeza de cada setor da boca.

Posso colocar pasta na escova inteira? Qual é a quantidade ideal?

Muita gente coloca pasta na escova inteirinha. Só que não é essa a recomendação. Deve-se colocar uma quantidade equivalente ao tamanho de uma ervilha. Isso basta para uma escovação eficiente.

Quando devo trocar minha escova dental?

Troque sua escova a cada três meses ou quando perceber que ela começa a ficar desgastada. Além disso, é muito importante trocar de escova depois de uma gripe ou resfriado para diminuir o risco de uma nova infecção por meio de germes que aderem às cerdas.

E o fio dental? É indicado?

Sempre é indicado. Antes da escovação utilize o fio dental, passando-o entre todos os dentes, para que os resíduos alimentares que nem sempre saem com a escovação sejam removidos.

Odontologia SuRiso. 


shutterstock-1049813315.png
25/ago/2019

O que é Endodontia?

Endodontia é a especialidade da Odontologia responsável pelo estudo da polpa dentária, de todo o sistema de canais radiculares e dos tecidos periapicais. Bem como das doenças que os afligem! Em casos de alterações por cárie, fraturas dentárias, trauma dentário, trauma ortodôntico, lesões endoperiodontais. Necessidades protéticas e outras patologias endodôntico (ou tratamento de canal) estão indicadas, visando à manutenção do dente na cavidade bucal, e a saúde dos tecidos periapicais.

Em quantas sessões ele é feito?

A endodontia pode ser feita em apenas uma sessão. No entanto, se houver complicações, esse número pode aumentar. A quantidade de sessões pode variar de acordo, por exemplo, com o grau de inflamação e infecção do dente. Com a complexidade anatômica e também com o grau de dificuldade que cada caso possa apresentar!

Causas

A principal causa das doenças da polpa é a cárie, embora existam outras. A progressão da cárie para as regiões mais profundas da estrutura dental agride a polpa, causando sua inflamação. Quando, por este ou outros motivos, ocorre à inflamação irreversível ou necrose (morte) da polpa, há necessidade de tratamento endodôntico.

Tratamento

O tratamento endodôntico, conhecido como tratamento de canal, consiste no vazamento, modelagem e obturação do espaço anteriormente ocupado pela polpa dental. Normalmente é realizada a remoção total da polpa seguida de limpeza, desinfecção e modelagem das paredes dos canais. E preenchimento do espaço por material não agressivo ao organismo!

Este preenchimento, chamado obturação, é o selamento hermético da cavidade pulpar, que funciona como uma barreira ao retorno da contaminação e infecção.

Conseqüências

As conseqüências do não tratamento podem variar bastante. Podem ver ocorrer desde a infecção de baixa intensidade e longa duração e evoluindo para lesões na região do ápice da raiz. Até infecções de alta intensidade, dor aguda, com evolução rápida para abscessos (acúmulo de pus).

Dores

O tratamento de canal, ao contrário da crença popular, é indolor. Quando a morte da polpa ocorreu, ela obviamente não dói. Quando a polpa está irreversivelmente inflamada, porém viva, a anestesia local garante eficácia um tratamento sem dor. A dor só ocorre justamente quando não é realizado nenhum tratamento, pois a inflamação provoca edema (inchaço) que comprime as terminações nervosas.

Odontologia Suriso


siso.png
25/ago/2019

O que são os dentes do siso?

Os dentes do siso são os últimos molares de cada lado os maxilares, são também os últimos dentes a nascer, geralmente entre 16 e 20 anos de idade. Como o dente do siso é o ultima dente permanente a nascer, geralmente não há espaço suficiente em sua boca para acomodá-los. Isto pode fazer com que os dentes do siso fiquem inclusos, dentes presos embaixo do tecido gengival por outros dentes ou osso, ou podendo causar inchaço ou dor.

Temos 4 dentes siso 2 superiores e 2 inferiores que nascem de forma aleatória, e ficam localizados atrás de todos os outros dentes. No término das arcadas dentárias em ambos os lados, o tempo que o dente demora a nascer depende em que parte do espaço existente nessas áreas.

Entenda a função do siso

Em primeiro lugar, é necessário entender a real função desse dente. Muitas pessoas costumam associar o sorriso apenas com a questão estética. Mas, de modo geral, os dentes e a boca fazem parte do sistema digestivo e possuem o papel de partir e mastigar os alimentos.

O siso tem a mesma função entre eles, quando esse dente tem espaço para nascer e consegue tocar no seu vizinho da maxila ou da mandíbula, ele ajuda na mastigação.

Problemas com o dente do siso

Podem ocorrer problemas com o dente do siso, principalmente associados à sua erupção parcial ou incompleta, nomeadamente uma forte inflamação dos tecidos moles circundantes, chamada de pericoronarite ou infecção pericoronária.

Nestas situações em que ocorrem problemas na erupção do dente do siso, sintomas como dor forte, gengiva inflamada ou gengiva inchada por edema ou abcesso, assim como limitação ao abrir a boca e mau-hálito são comuns ocorrerem. Ou seja, é verificada uma situação em que os tecidos moles ao redor do dente do siso se tornam inflamados devido à erupção do dente.

O dente pode ser extraído?

O sistema estomagnático que envolve todos os músculos da mandíbula vem se adaptando cada vez mais ao modo de alimentação do ser humano.  Antigamente nos alimentávamos de comidas mais duras, como brotos, sementes e raízes. Que exigiam mais trabalho por parte dos maxilares para triturá-los! Hoje em dia, a exigência é menor, pois os alimentos são cozidos e processados. Devido a essa evolução, é possível prever a extinção do quarto molar, o siso.

Odontologia Suriso


shutterstock-601066922.jpg
25/ago/2019

O que é Odontopediatria?

A Odontopediatria é a área da odontologia com especialização na saúde bucal de crianças e adolescentes. A especialidade tem como objetivo o diagnóstico, a prevenção, o tratamento, e o controle dos problemas de saúde bucal de crianças.

Quadro de Cárie no Brasil

O número de cáries na infância está diminuindo no Brasil. Segundo os dados de Ministério da Saúde, em 1986, 6,7% das crianças entre zero e 12 anos tinham cáries. Dez anos depois, esse número caiu para 3,6%. As doenças de gengiva, porém, ainda continuam preocupando, porque podem atacar o osso onde os dentes se fixam. Para evitá-las, é necessário escovar os dentes com cuidado, passar fio dental e visitar o dentista pelo menos 3 vezes no ano.

No entanto, a distribuição de cáries na população infantil não é uniforme, está concentrada principalmente na população de baixa renda.  Que dificilmente tem acesso ao tratamento odontológico e desconhecem as medidas básicas de prevenção.

A cronologia:

Erupção Dentária

A erupção (nascimento) dos dentes ocorre numa ordem bem definida e a seqüência em que cada grupo dentário começa a nascer ocorre numa idade aproximadamente constante para cada grupo.

Dentição Decídua

Dentição Decídua nada mais é que o dente de leite. A seqüência é a mesma para ambas as arcadas (tanto para os maxilares como para a mandíbula). Ao lado os incisivos centrais decíduos, os primeiros dentinhos a se despontarem na boquinha do bebê.

Prevenção de problemas precoce

A moderna odontologia caracteriza-se por promover a saúde bucal, por meio de técnicas comprovadamente eficazes de prevenção. Alimentação saudável, correta, higiene bucal e ausência de hábitos noviços, são atitudes preventivas. Mesmo quando a criança não representa cáries, os pais devem procurar o dentista para que este faça uma avaliação preventiva de cáries e problemas periodontais.

Quando iniciar as consultas?

O acompanhamento deve começar desde cedo com os pais e estender-se ao longo do desenvolvimento da criança, por meio de um trabalho contínuo de cuidados com a saúde bucal. Prevenir os problemas bucais em crianças é prevenir problemas no futuro.

A criança e o adolescente devem receber orientações e dicas sobre escovação e dietas, simultaneamente devem fazer o controle da placa bacteriana, aplicação tópica de flúor e selante.


foto_blog_implantes.jpg
25/ago/2019

O que são os Implantes dentários?

Estrutura feita de titânio (como uma raiz do dente), que é posicionada cirurgicamente no osso maxilar.
Um implante dentário é uma estrutura feita de titânio (como uma raiz do dente). Que é posicionada cirurgicamente no osso maxilar abaixo da margem gengival que permite ao dentista montar dentes substitutos ou pontes para essa área. O implante não se solta como uma dentadura. Os implantes dentários também beneficiam a saúde bucal em geral, porque eles não têm que ser apoiados em outros dentes, como as pontes. Cuidados Bucais Específicos com Implantes Se você estiver considerando implantes, deve ter gengivas saudáveis e ossos adequados para sustentar o implante. Se o osso for muito fino ou suave e inadequado para suportar o implante, você pode solicitar um enxerto ósseo. Ou, se não houver altura óssea suficiente na mandíbula superior ou se os seios estiverem próximos da mandíbula. Você pode solicitar um levantamento de seios.

foto_blog_ortodontia.jpg
25/ago/2019

Especialidade odontológica que corrige a posição dos dentes

Saiba tudo sobre aparelhos, tipos de mordida, duração do tratamento e muito mais
Ortodontia Ortodontia é uma das especialidades odontológica que corrige a posição dos dentes e dos ossos maxilares posicionados de forma inadequada. Dentes tortos ou dentes que não se encaixam corretamente são difíceis de serem mantidos limpos, podendo ser perdidos precocemente. Devido à deterioração e à doença periodontal.  Também causam um estresse adicional aos músculos de mastigação que pode levar a dores de cabeça. Síndrome da ATM e dores na região do pescoço, dos ombros e das costas! Os dentes tortos ou mal posicionados também prejudicam a sua aparência. O tratamento ortodôntico torna a boca mais saudável, proporciona uma aparência mais agradável e dentes com possibilidade de durar a vida toda. Especialistas nesse campo são chamados de ortodontistas. Os ortodontistas precisam fazer um curso de especialização, além dos cinco anos do curso regular.