Blog Da Su Riso

CONFIRA NOSSOS ARTIGOS

Nosso objetivo e deixar você sempre informado de tudo que acontece na Odontologia Clinica e Estética e as novidades da Su Riso


shutterstock-1049813315.png
16/jul/2019

O que é Endodontia?

Endodontia é a especialidade da Odontologia responsável pelo estudo da polpa dentária, de todo o sistema de canais radiculares e dos tecidos periapicais. Bem como das doenças que os afligem! Em casos de alterações por cárie, fraturas dentárias, trauma dentário, trauma ortodôntico, lesões endoperiodontais. Necessidades protéticas e outras patologias endodôntico (ou tratamento de canal) estão indicadas, visando à manutenção do dente na cavidade bucal, e a saúde dos tecidos periapicais.

Em quantas sessões ele é feito?

A endodontia pode ser feita em apenas uma sessão. No entanto, se houver complicações, esse número pode aumentar. A quantidade de sessões pode variar de acordo, por exemplo, com o grau de inflamação e infecção do dente. Com a complexidade anatômica e também com o grau de dificuldade que cada caso possa apresentar!

Causas

A principal causa das doenças da polpa é a cárie, embora existam outras. A progressão da cárie para as regiões mais profundas da estrutura dental agride a polpa, causando sua inflamação. Quando, por este ou outros motivos, ocorre à inflamação irreversível ou necrose (morte) da polpa, há necessidade de tratamento endodôntico.

Tratamento

O tratamento endodôntico, conhecido como tratamento de canal, consiste no vazamento, modelagem e obturação do espaço anteriormente ocupado pela polpa dental. Normalmente é realizada a remoção total da polpa seguida de limpeza, desinfecção e modelagem das paredes dos canais. E preenchimento do espaço por material não agressivo ao organismo!

Este preenchimento, chamado obturação, é o selamento hermético da cavidade pulpar, que funciona como uma barreira ao retorno da contaminação e infecção.

Conseqüências

As conseqüências do não tratamento podem variar bastante. Podem ver ocorrer desde a infecção de baixa intensidade e longa duração e evoluindo para lesões na região do ápice da raiz. Até infecções de alta intensidade, dor aguda, com evolução rápida para abscessos (acúmulo de pus).

Dores

O tratamento de canal, ao contrário da crença popular, é indolor. Quando a morte da polpa ocorreu, ela obviamente não dói. Quando a polpa está irreversivelmente inflamada, porém viva, a anestesia local garante eficácia um tratamento sem dor. A dor só ocorre justamente quando não é realizado nenhum tratamento, pois a inflamação provoca edema (inchaço) que comprime as terminações nervosas.

Odontologia Suriso


siso.png
16/jul/2019

O que são os dentes do siso?

Os dentes do siso são os últimos molares de cada lado os maxilares, são também os últimos dentes a nascer, geralmente entre 16 e 20 anos de idade. Como o dente do siso é o ultima dente permanente a nascer, geralmente não há espaço suficiente em sua boca para acomodá-los. Isto pode fazer com que os dentes do siso fiquem inclusos, dentes presos embaixo do tecido gengival por outros dentes ou osso, ou podendo causar inchaço ou dor.

Temos 4 dentes siso 2 superiores e 2 inferiores que nascem de forma aleatória, e ficam localizados atrás de todos os outros dentes. No término das arcadas dentárias em ambos os lados, o tempo que o dente demora a nascer depende em que parte do espaço existente nessas áreas.

Entenda a função do siso

Em primeiro lugar, é necessário entender a real função desse dente. Muitas pessoas costumam associar o sorriso apenas com a questão estética. Mas, de modo geral, os dentes e a boca fazem parte do sistema digestivo e possuem o papel de partir e mastigar os alimentos.

O siso tem a mesma função entre eles, quando esse dente tem espaço para nascer e consegue tocar no seu vizinho da maxila ou da mandíbula, ele ajuda na mastigação.

Problemas com o dente do siso

Podem ocorrer problemas com o dente do siso, principalmente associados à sua erupção parcial ou incompleta, nomeadamente uma forte inflamação dos tecidos moles circundantes, chamada de pericoronarite ou infecção pericoronária.

Nestas situações em que ocorrem problemas na erupção do dente do siso, sintomas como dor forte, gengiva inflamada ou gengiva inchada por edema ou abcesso, assim como limitação ao abrir a boca e mau-hálito são comuns ocorrerem. Ou seja, é verificada uma situação em que os tecidos moles ao redor do dente do siso se tornam inflamados devido à erupção do dente.

O dente pode ser extraído?

O sistema estomagnático que envolve todos os músculos da mandíbula vem se adaptando cada vez mais ao modo de alimentação do ser humano.  Antigamente nos alimentávamos de comidas mais duras, como brotos, sementes e raízes. Que exigiam mais trabalho por parte dos maxilares para triturá-los! Hoje em dia, a exigência é menor, pois os alimentos são cozidos e processados. Devido a essa evolução, é possível prever a extinção do quarto molar, o siso.

Odontologia Suriso